Pesquisar neste blog

quarta-feira, 21 de março de 2012

A História da Jovem Guarda


1. A História

Movimento que mesclava música, comportamento e moda sem nenhum cunho político, ao contrário de outros movimentos da época. Surgiu com um programa exibido pela TV Record em 1965.

O movimento foi influenciado pelo Rock and Roll da década de 1950 e 1960, e pela precursora do rock no Brasil,Celly Campello. Havia uma variação nacional do rock, batizada de "Iê-Iê-Iê"(expressão que surgiu em 1964, quando os Beatles lançaram o filme "A Hard Day's Night", que na versão brasileira se chamou de "Os Reis do Iê-Iê-Iê")com letras românticas e descontraídas, voltadas para o público jovem. Os compositores tiravam inspirações do rock dos anos 50/60, comandado por Elvis Presley e pelos Beatles.

Jovem Guarda (programa de auditório na TV Record em 1965) recebeu esse nome baseado no discurso de Lenin que dizia: " O futuro pertence à jovem guarda porque a velha está ultrapassada".


O programa foi comandado por Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderléa. Muitos consideram o fim da Jovem Guarda junto com o fim do programa em 1968, mas o movimento se estendeu até meados de 1970.

2. A Música

A Jovem Guarda foi, como a Bossa Nova, um dos primeiros movimentos de modernização da música pop no país. Nessa época, a influência estrangeira era muito forte, principalmente dos Beatles. O movimento trouxe do exterior o uso da guitarra  elétrica no lugar do violão, o órgão no lugar do piano e o baixo elétrico no lugar do acústico.

O ritmo das músicas era mais quente. Não havia o regionalismo, possuía letras atrevidas e extravagantes e, ao mesmo tempo, uma certa ingenuidade. Surgiram as bandas e conjuntos musicais que , aos poucos, substituíram as grandes orquestras, tanto nas apresentações ao vivo como nas gravações dos discos. Destacaram-se nessa época Renato e Seus Blue Caps, The Fevers, The Jet Blacks e  The Rebel's . O que mais se destacou foi Renato e Seus Blue Caps que, na maioria das vezes, tocaram versões dos Beatles junto com os sucessos de Roberto Carlos.


Também obtiveram destaque e sucesso as bandas ou conjuntos instrumentais como: Os Incríveis (antigo The Clever's) com a música " Tua Voz" e "Cavalgada"; The Jordans com o "Tema de Lara" e "Noite em Moscou"; The Jet Blacks com "Bull Dog", "Tema para Jovens Enamorados", "People Pipe" e "Wonderful Land".

Entre os conjuntos vocais e instrumentais, além dos acima citados, podemos lembrar de: Os Carbonos, Os Brasas, Golden Boys.

Entre os conjuntos vocais, destacaram-se, além dos Golden Boys e os Caçulas. Surgiram também algumas duplas e trios, entre os quais citamos: as duplas - Leno e lilian, Deny e Dino e Os Vips; entre os trios destacamos: Trio Esperança, Trio Ternura e Trio Melodia.

3.O Comportamento

Os integrantes do movimento levavam uma vida de playboy. Suas músicas falavam sobre "paqueras", carrões, festas e rebeldias juvenis. Suas canções embalavam boa parte da juventude brasileira. Demonstravam, ao mesmo tempo, ser eternos corações solitários em busca do amor ideal. Produziram canções que tornaram a Jovem Guarda, o primeiro e um dos mais importantes movimentos da música pop no Brasil.

O programa conseguiu reunir bandas, compositores e intérpretes que se uniram em torno de idéias e visões de mundo  que refletiam as transformações sociais em andamento no Brasil e no mundo, desde 1950.
O uso da guitarra elétrica simbolizou a modernização tecnológica e a mudança de comportamento, onde misturavam manifestações literárias às letras das músicas, o feminismo e a contestação dos valores tradicionais mantendo um certo conservadorismo, e a introdução da música popular na lógica da indústria cultural, e tudo isso caracterizou, de maneira marcante, o movimento "Jovem Guarda".

Na época, a sociedade reagia ao golpe militar ocorrido no ano anterior (1964) e o movimento da Jovem Guarda sofria muito com o "patrulhamento ideológico" de intelectuais e artistas da esquerda brasileira. O que as patrulhas não percebiam, no entanto, era que mesmo cheia de ambiguidades e desprovida de engajamentos, a Jovem Guarda era uma revolução para uma boa parte da juventude brasileira.

As aparições de Wanderléa de mini-saia, esbanjando sensualidade, com uma atitude independente e liberada, romperam com os padrões morais que exigiam da mulher um comportamento de "boa menina".


O movimento tinha um comportamento à moda James Dean, com jaquetas jeans ou de couro, lambretas, carrões, cordões e pulseiras , anéis grandes, símbolos da revolta juvenil que falava sobre a situação social e política do mundo. Os homens, a exemplo dos Beatles, passaram a usar cabelos longos, calças mais justas e com cintura baixa ( a famosa Saint-Tropez), cinturões de couro com fivelas grandes, botinhas com salto carrapeta, cores contrastantes, inclusive a cor rosa nas camisas.  As mulheres, além dos longos cabelos lisos, passaram a usar calças jeans ou mini-saias com botas de cano longo( muitas até o joelho) e uma maquiagem mais forte.

Tanto nas músicas como nos programas de TV, a Jovem Guarda popularizou uma linguagem (gíria) própria dos jovens dos anos 60, como:
. barra limpa .......................................boa pessoa, camarada, amiga
. bicho.................................................meu amigo, meu chapa
. brasa.................................................pessoa: atraente, sedutora / coisas ou situações: bonito, bom
. broto.................................................namorado(a), moça ou rapaz adolescente
. carango............................................. carro, automóvel
. coroa................................................ pessoa adulta de mais idade, pessoa idosa, quarentona
. cuca.................................................. cabeça, mente,
. fundir a cuca...................................... quebrar a cabeça, perder o senso, confundir
. mandar brasa.................................... agir com vontade, ter atitude, mandar ver
. papo firme........................................  de palavra, pessoa séria
. pinta.................................................  aparência, fisionomia
. prá frente..........................................  moderno, atual, extravagante, exótico
. é uma brasa, mora?............................isso é quente, isso é ótimo, entende?

No Brasil e no mundo iniciava o apelo para a sensualidade na TV, outdoors e casas comerciais, com mulheres lindas, para chamar o público e desviar a atenção da guerra do Vietnã, a ameaça de uma nova Bomba Atômica ou a Revolução de 1964. A bela da época  foi Wanderléa, com seu charme era a "maninha" de Roberto Carlos e teve como sucesso a canção "Ternura", que lhe deu o apelido de "ternurinha".

4.A Herança

Quando estava no auge, a Jovem Guarda foi uma referência para o Tropicalismo, um dos mais importantes movimentos da música popular no Brasil, que surgiu no final dos anos 60. Os tropicalistas perceberam que a modernização sonora com a introdução da guitarra elétrica ,  a sonoridade do rock e os versos sobre temas adolescentes, fizeram da Jovem Guarda um importante movimento de comunicação de massa. Isso lhes interessava muito.

No começo dos anos 70, a estética das baladas românticas da Jovem Guarda desaguou naquilo que foi classificado como "música brega", gênero que se tornou um dos mais populares e de maior vendagem no país.

 Quase vinte anos depois de ter surgido, a Jovem Guarda voltou a inspirar o rock no Brasil. Nos anos 80, muitos grupos que renovaram o pop-rock brasileiro, buscaram uma atualização dos elementos presentes na Jovem Guarda, porém, um pouco mais agressivo,  sem a mesma ingenuidade daqueles tempos.

Fontes: Wikipédia

5. Integrantes da Jovem Guarda


Comandantes:  Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderléa
 Cantores
Adilson Ramos   - ( Sonhar Contigo)
Antonio Marcos - ( Eu Tenho Um Amor melhor Que o Seu)
Arthurzinho  -    (Tempo de Criança)
Bobby di Carlo  -  (Tijolinho)
Celly Campelo  -  (Banho de Lua)
Demétrius   -  ( Rítmo da Chuva)
Diana   -   ( Ainda Queima a Esperança)
Ed Wilson   -   (Minha Estrada)
Eduardo Araújo - (O Bom)
Elizabeth   -   (Sou Louca Por Você)
Evaldo Braga   -   (Sorria, Sorria
Jerry Adriani    -    ( Querida)
Kátia Cilene   (Bilhetinho Apaixonado)
Márcio Greick   -   (Impossível Acreditar que Eu Perdi Você)
Martinha  -   ( Eu Te Amo Mesmo Assim)
Maritza Fabiani   -   (Não me Deixe Só)
Nalva Aguiar   -   (Tá de Mal Comigo)
Nilton César   -  (Receba as Flores que  Te Dou)
Paulo Sérgio   -  (A Última Canção)
Ronnie Cord   -  ( Broto Legal, Rua Augusta)
Ronnie Von  -  (A Praça)
Rosemary   -   (Que Bom Seria)
Sérgio Murilo   -   (Marcianita)
Sérgio Reis   -   (Coração de Papel)
Sylvinha Araújo  -  (Minha Primeira Desilusão)
Vanusa   -   (Manhãs de Setembro, Prá Nunca Mais Chorar)
Waldirene  -  (A Garota do Roberto)
Wanderley Cardoso  -  (O Bom Rapaz)

Duplas: 
 Deny e Dino  -    ( Coruja), 
 Leno e lilian   -    ( Pobre Menina, Eu Não Sabia que Você Existia),              
Os Vips   -   (A Volta)

Trios: 
Trio Esperança  -  ( Filme triste), 
Trio Melodia   -   (Escuta a Voz do Vento) e 
Trio Ternura  -   ( Não Brinque com o Amor)

Conjuntos Vocais: 
Golden Boys,  -  (Alguém na Multidão)


Conjuntos Vocais e Instrumentais:
Os Brasas  -  (A Distância)
Os Carbonos  -  ( Maria Izabel)
Os Incríveis  -   ( Milionário)
Renato e Seus Blue Caps - (Menina Lina, Feche os Olhos)
The Fevers  _  (Mar de Rosas, Vem me Ajudar)
The Jet Blacks   - (Tema para Jovens Enamorados)
The Jordans   -  (Tema de Lara,  Noite em Moscou)

                        



Nenhum comentário:

Postar um comentário