Pesquisar neste blog

terça-feira, 10 de abril de 2012

Deny e Dino

Origem: Santos, São Paulo
Gêneros: Jovem Guarda, rock and roll
Período em atividade: 1958 - atualmente
Afiliações: Jovem Guarda
Integrantes: José Rodrigues da Silva e Décio Scarpelli (1942-1994), Elliot de Souza Reis (a partir de 1996)

Deny e Dino é uma dupla musical brasileira formada inicialmente pelos cantores e compositores José Rodrigues da Silva, o Deny (Santos, 1944) e Décio Scarpelli, o Dino (Santos, 1942 – São Paulo, SP 1994)

A dupla se conheceu em Santos, em 1956, e no final da década de 1950 formavam "Os Boas Pintas", que cantava nas rádios e boates. Nos anos 60, convidados para participar dos programas de televisão de Hugo Santana, adotaram os cognomes de Deny e Dino, e na época gravaram o primeiro compacto, para a Odeon, em 1966, com a música Coruja (da dupla), que obteve grande sucesso.

Participantes do programa Jovem Guarda, da TV Record, em São Paulo, lançaram várias composições, como “Eu não me importo”, “Lição de moral”, “O estranho homem do disco voador”, incluídas todas no LP Coruja, que vendeu mais de dois milhões de cópias, um feito inacreditável para a época.
Em 1969 a dupla gravou o LP Deny e Dino, também pela Odeon. Outros sucessos foram: O maior golpe do mundo (Continental, 1975), com música-título de Marcos Lago e Dino Rossi, e Cantem comigo (Top Tape, 1973).

A dupla gravou mais de 30 compactos e 10 LPs e participou de muitos programas de televisão da década de 1960. Assunto obrigatório em jornais e revistas, a dupla esteve com muitas outras músicas nas paradas de sucesso da época e ganhou vários discos de ouro e troféus como os famosos Chico Viola e Roquete Pinto.

Suas músicas também foram tocadas em todos os países da América Latina.
Após a morte de Dino, em 1994, Deny continuou carreira com outro parceiro, Elliot de Souza Reis, que desde 1996 manteve o cognome Dino, e gravou o CD Essencial (selo Acervo, 1995), com regravações de antigos sucessos ao lado de músicas novas. Deny participou também de shows comemorativos dos 30 anos da Jovem Guarda e passou a apresentar programas de rádio dedicados ao rock das décadas de 1950 e 1960.

Atualmente Deny mora no bairro do Jardim Suarão, na Baixada Santista.


Coruja - Deni e Dino

Para assistir no youtube, clique aqui

Coruja
Deny e Dino

Coruja ah ah ah
O nome que eu dei àquele alguém
Que passa e nem sequer olha ninguém
Pensando que é a dona do lugar, do lugar
coruja ah ah ah
Você agindo assim só vai sofrer
Pois chegará um dia em que ninguém vai perceber
Que existe uma coruja no lugar
Coruja...
É a indiferença de um brotinho encantador
Coruja...
É um nome feio que nos causa até tremor
Coruja...
Agora eu sei por que não olhas para mim
É conseqüência de um orgulho sem fim, sem fim
Coruja ah ah ah
Procure ser amável com alguém
Não negue o seu olhar nem seu amor pra mais ninguém
Assim você feliz só sorrirá



Deny & Dino - Eu Só Quero Ver (1966)

Para assistir no youtube, clique aqui

Eu Só Quero Ver
Deny E Dino.

Eu Só Quero Ver, Você Sorri.
Não Vejo A Hora, De Perdão Pedir.
Você Chorou Você Sofreu.
E O Culpado Sei Que Foi Eu, Sei Que Fui Eu.
Tchu, Tchu, Tchu. Ru.
Ah. Ah. Ah. Ah. Ah.
Ah. Ah. Ah. Ah. Ah.
Ah. Ah. Ah. Ah. Ah.
Sei Que Sou Culpado Quero Seu Perdão.
Por Ter Magoado O Seu Coração.
Você Chorou Você Sofreu.
E O Culpado Sei Que Foi Eu, Sei Que Fui Eu.
Tchu, Tchu, Tchu. Ru.
Ah. Ah. Ah. Ah. Ah.
Ah. Ah. Ah. Ah. Ah.
Ah. Ah. Ah. Ah. Ah.
Sei Que Sou Culpado Quero Seu Perdão.
Por Ter Magoado O Seu Coração.
Você Chorou Você Sofreu.
E O Culpado Sei Que Foi Eu, Sei Que Fui Eu.
Tchu, Tchu, Tchu. Ru.
Ah. Ah. Ah. Ah. Ah.
Ah. Ah. Ah. Ah. Ah.
Ah. Ah. Ah. Ah. Ah.
Tchu, Tchu, Tchu. Ru.



Deny e Dino - O ciúme

Para assistir no youtube, clique aqui

"O Ciúme"

Se um dia desses eu falar que vou mudar
É porque já não te consigo suportar
O teu ciúme que maltrata tanto assim meu coração
É que me faz mudar de opinião
Se há "ciúmes" é porque existe amor
Muito "ciúmes" também pode causar dor
Não é preciso ter "ciúmes" pois é teu meu coração
Por que fazer da paz revolução
O meu amor é grande e o teu maior que o meu
Pra que tanto ciúme se és minha e eu sou teu
Pra que fazer de tudo uma grande confusão
Se sabes que é só teu meu coração
O nosso amor é grande e não pode morrer
Não deixe que o ciúme ponha tudo a perder
A vida é tão curta e o nosso tempo bem menor
Aproveitando o tempo a vida assim será melhor

Nenhum comentário:

Postar um comentário