Pesquisar neste blog

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Erasmo Carlos


Nome completo: Erasmo Esteves
Apelido: Tremendão
Nascimento: 5 de junho de 1941 (70 anos)
Origem: Rio de Janeiro, Brasil
Gêneros: Rockabilly, rock and roll, samba-rock, soul, MPB
Instrumentos: Guitarra, violão, vocais
Período em atividade: 1961 - presente
Outras ocupações: Cantor, compositor

Erasmo Esteves, mais conhecido como Erasmo Carlos, é um cantor e compositor brasileiro.
Sua parceria com o cantor Roberto Carlos certamente é a de maior sucesso na história da música popular brasileira, tanto em termos de venda quanto em termos de regravações, feitas por artistas de todo o Brasil e do exterior.
Junto com Roberto Carlos, compôs mais de 500 canções, gravadas tanto por Roberto Carlos quanto por inúmeros outros cantores.

Erasmo conhecia Sebastião Rodrigues Maia (que mais tarde seria conhecido como Tim Maia) desde a infância, entretanto a amizade só viria na adolescência por conta da febre do Rock and Roll.
Em 1957, Tim Maia montou a banda The Sputniks, os membros da banda eram Tim, Arlênio Lívio, Wellington Oliveira e Roberto Carlos.

Após uma briga entre Tim e Roberto, o grupo foi desfeito, Wellington desistiu da carreira musical, o único remanescente era Arlênio que no ano seguinte resolveu chamar Erasmo e outros amigos da Tijuca, Edson Trindade e José Roberto, conhecido como "China" para formarem o grupo vocal "The Boys of Rock".
Leia mais, clique aqui

Mulher - Sexo Frágil (Erasmo Carlos)


Mulher (Sexo Frágil)
Dizem que a mulher
É o sexo frágil
Mas que mentira
Absurda!
Eu que faço parte
Da rotina de uma delas
Sei que a força
Está com elas...
Vejam como é forte
A que eu conheço
Sua sapiência
Não tem preço
Satisfaz meu ego
Se fingindo submissa
Mas no fundo
Me enfeitiça...
Quando eu chego em casa
À noitinha
Quero uma mulher só minha
Mas prá quem deu luz
Não tem mais jeito
Porque um filho
Quer seu peito...
O outro já reclama
A sua mão
E o outro quer o amor
Que ela tiver
Quatro homens
Dependentes e carentes
Da força da mulher...
Mulher! Mulher!
Do barro
De que você foi gerada
Me veio inspiração
Prá decantar você
Nessa canção...
Mulher! Mulher!
Na escola
Em que você foi
Ensinada
Jamais tirei um 10
Sou forte
Mas não chego
Aos seus pés...
(Repetir a letra)

Erasmo Carlos - A Carta

Para assistir no youtube, clique aqui

A Carta
Escrevo-te
Estas mal traçadas linhas
Meu amor!
Porque veio a saudade
Visitar meu coração
Espero que desculpes
Os meus errinhos por favor
Nas frases desta carta
Que é uma prova de afeição...
Talvez tu não a leias
Mas quem sabe até darás
Resposta imediata
Me chamando de "Meu Bem"
Porém o que me importa
É confessar-te uma vez mais
Não sei amar na vida
Mais ninguém...
Tanto tempo faz
Que li no teu olhar
A vida cor-de-rosa
Que eu sonhava
E guardo a impressão
De que já vi passar
Um ano sem te ver
Um ano sem te amar...
Ao me apaixonar
Por ti não reparei
Que tu tivestes
Só entusiasmo
E para terminar
Amor assinarei
Do sempre, sempre teu...
Tanto tempo faz
Que li no teu olhar
A vida cor-de-rosa
Que eu sonhava
E guardo a impressão
De que já vi passar
Um ano sem te ver
Um ano sem te amar...
Ao me apaixonar
Por ti não reparei
Que tu tivestes
Só entusiasmo
E para terminar
Amor assinarei
Do sempre, sempre teu...
Escrevo-te
Estas mal traçadas linhas
Porque veio saudade
Visitar meu coração...(2x)
Escrevo-te
Estas mal traçadas linhas
Espero que desculpe
Os meu erros, por favor
Oh! Oh!
Meu amor, meu amor!
Oh! Oh! Oh! Oh!

Erasmo Carlos - Minha Fama de Mau (ao vivo)

Para assistir no youtube, clique aqui

Minha Fama de Mau
Meu bem às vezes diz
Que deseja ir ao cinema
Eu olho e vejo bem
Que não há
Nenhum problema
E digo não, por favor
Não insista e faça pista
Não quero torturar
Meu coração...
Garota ir ao cinema
É uma coisa normal
Mas é que eu tenho
Que manter a minha
Fama de mau...
Meu bem, chora, chora
E diz que vai embora
Exige que eu lhe peça
Desculpas sem demora
E digo não, por favor
Não insista e faça pista
Não quero torturar
Meu coração...
Perdão a namorada
É uma coisa normal
Mas é que eu tenho
Que manter a minha
Fama de mau...
E digo não
Digo não
Digo não, não, não
Digo não
Digo não
Digo não, não, não...
Perdão a namorada
É uma coisa normal
Mas eu tenho que manter
A minha fama de mau...
Tenho que manter
A minha fama de mau...(3x)
Au! Au! Au! Au!
(Repetir a letra)

Erasmo Carlos - Gatinha Manhosa (ao vivo)

Para assistir no youtube, clique aqui

Gatinha Manhosa
Meu bem
Já não precisa
Falar comigo
Dengosa assim...
Briga, para depois
Ganhar mil carinhos de mim
Se eu aumento a voz
Você faz beicinho
E chora baixinho
E diz que a emoção
Dói seu coração...
Já, não acredito
Se você chora
Dizendo me amar
Eu sei que na verdade
Carinhos você quer ganhar...
Um dia gatinha manhosa
Eu prendo você
No meu coração
Quero ver você
Fazer manha então
Presa no meu coração
Quero ver você...(2x)

Erasmo Carlos - Festa de Arromba

Para assistir no youtube, clique aqui

Festa de Arromba
Vejam só que Festa de Arromba!
(Bapára!)
No outro dia, eu fui parar...
(Bapára!)
Presentes no local,
o rádio e a televisão;
(Bapára!)
Cinema, mil jornais,
muita gente, confusão...
Quase não consigo
Na entrada chegar,
pois a multidão
estava de amargar!
Hey! Hey! (Hey! Hey!)
Que onda!
Que festa de arromba!...
Logo que eu cheguei, (Bapára!)
notei Ronnie Cord
com um copo na mão.
(Bapára!)
Enquanto Prini Lorez
bancava o anfitrião,
(Bapára!)
apresentando a todo mundo
Meire Pavão...
Wanderléa ria
e Cleide desistia
de agarrar um doce
que do prato não saia!
Hey! Hey! (Hey! Hey!)
Que onda!
Que festa de arromba!...
Renato e seus Blue Caps
tocavam na piscina;
The Clevers no terraço;
Jet Black's no salão;
Os Bells de cabeleira
não podiam tocar,
enquanto a Rosemary
não parasse de dançar...
Mas!
Vejam quem chegou de repente:
(Bapára!)
Roberto Carlos em seu novo carrão!
(Bapára!)
Enquanto Tony e Demétrius
fumavam no jardim,
(Bapára!)
Sérgio e Zé Ricardo
esbarravam em mim...
Lá fora um corre corre
dos brotos do lugar:
Era o Ed Wilson
que acabava de chegar!
Hey! Hey! (Hey! Hey!)
Que onda!
Que festa de arromba!...
(Bapára!) (Bapára!) (Bapára!)
Hey! Hey! (Hey! Hey!)
Renato e seus Blus Caps
tocavam na piscina;
The Clevers no terraço;
Jet Black's no salão;
Os Bells de cabeleira
não podiam tocar,
enquanto a Rosemary
não parasse de dançar...
Mas!
Vejam quem chegou de repente:
(Bapára!)
Roberto Carlos em seu novo carrão!
(Bapára!)
Enquanto Tony e Demétrius
fumavam no jardim,
(Bapára!)
Sérgio e Zé Ricardo
esbarravam em mim...
Lá fora um corre corre
dos brotos do lugar:
Era o Ed Wilson
que acabava de chegar
Hey! Hey! (Hey! Hey!)
Que onda!
Que festa de arromba!...(7x)

Erasmo Carlos - A Pescaria - Jovem Guarda

Para assistir no youtube, clique aqui

A Pescaria
Domingo lindo,
Tarde de sol, pego o anzol,
Ligo a lancha, vou navegando,
Para o farol,
Mal eu chego,
Vejo e sossego, o mar nem pisca,
Estufo o peito,
Faço pose, jogo a isca.
Mas os peixes não querem cooperar,
Se eu não pescar nenhum,
Com que cara vou ficar,
Vou depressa,
E compro peixe no mercado,
E enquanto o sol no céu, vai sumindo,
Eu volto sorrindo,
E mal um broto me vê passar,
Ouço sempre ela falar,
Se ele é bom pescador,
Serve pra ser meu amor.
(falado)
Enganei todo mundo,
Comprei o peixe,
Enganei até o broto

Erasmo Carlos - Você me Acende

Para assistir no youtube, clique aqui

Você Me Acende
Meu bem, meu bem
Toda vez que eu te vejo
Anhan!
Meu bem!
Mais aumenta o meu desejo
Anhan!
Me acende com teu beijo
Uh! uh! uh! uh! uh! uh!
Me acende...
Meu bem, meu bem
Beija bem devagarinho
Me abraça
E me chama de benzinho
Anhan!
Me acende com carinho
Uh! uh! uh! uh! uh! uh!
Me acende!...
Meu bem, meu bem
Toda vez que eu te vejo
Anhan!
Meu bem!
Mais aumenta o meu desejo
Me acende com teu beijo
Uh! uh! uh! uh! uh! uh!
Me acende...
Meu bem, meu bem
Beija bem devagarinho
Anhan!
Me abraça
E me chama de benzinho
Anhan!
Me acende com carinho
Uh! uh! uh! uh! uh! uh!
Me acende!...

Erasmo Carlos - O caderninho (Jovem Guarda)

Para assistir no youtube, clique aqui

O Caderninho
Eu queria ser o seu caderninho
Pra poder ficar juntinho de você
Inclusive na escola
eu iria com você entrar
E na volta juntinho ao seu corpo
eu iria ficar
Em casa entrar, você me abriria
Para me estudar, e se assustaria
Ao ver revelado em seu caderninho o meu rosto
Me olhando dizendo baixinho
Benzinho eu não posso viver longe você
Eu queria ser o seu caderninho
Pra poder ficar juntinho de você
Inclusive na escola
eu iria com você entrar
E na volta juntinho ao seu corpo
eu iria ficar
Em casa entrar, você me abriria
Para me estudar, e se assustaria
Ao ver revelado em seu caderninho o meu rosto
Te olhando dizendo baixinho
Benzinho eu não posso viver longe você

Erasmo Carlos - Sentado à Beira do Caminho

Para assistir no youtube, clique aqui

Sentado À Beira Do Caminho
Eu não posso mais ficar aqui a esperar
Que um dia de repente você volte para mim
Vejo caminhões e carros apressados a passar por mim
Estou sentado à beira de um caminho que não tem mais fim
Meu olhar se perde na poeira desta estrada triste
Onde a tristeza e a saudade de você ainda existe
Esse sol que queima no meu rosto um resto de esperança
De ao menos ver de perto seu olhar que eu trago na lembrança
Preciso acabar logo com isso
Preciso lembrar que eu existo
Que eu existo, que eu existo ....
Vem a chuva molha o meu rosto e então eu choro tanto
Minhas lágrimas e os pingos dessa chuva se confundem com meu pranto
Olho pra mim mesmo, me procuro e não encontro nada
Sou um pobre resto de esperança na beira de uma estrada
Carros, caminhões, poeira, estrada, tudo tudo se confunde em minha mente
Minha sombra me acompanha e vê que eu estou morrendo lentamente
Só você não vê que eu não posso mais ficar aqui sozinho
Esperando a vida inteira por você sentado à beira de um caminho

Erasmo Carlos - Sou Uma Criança Não Entendo Nada (Ao Vivo)


Sou Uma Criança, Não Entendo Nada
Antigamente quando eu me excedia
Ou fazia alguma coisa errada
Naturalmente minha mãe dizia:
"Ele é uma criança, não entende nada"...
Por dentro eu ria
Satisfeito e mudo
Eu era um homem
E entendia tudo...
Hoje só com meus problemas
Rezo muito, mas eu não me iludo
Sempre me dizem quando fico sério:
"Ele é um homem e entende tudo"...
Por dentro com
A alma tarantada
Sou uma criança
Não entendo nada...
(Repetir a letra)

Nenhum comentário:

Postar um comentário