Pesquisar neste blog

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Jerry Adriani


Nome completo: Jair Alves de Souza
Nascimento: 29 de janeiro de 1947 (65 anos)
Origem: São Paulo
Gêneros: Iê-Iê-Iê, Rockabilly, Rock and Roll
Ocupação: cantor
Instrumentos: Vocal
Outras ocupações: apresentador, ator
Afiliações: Jovem Guarda

Jerry Adriani, nome artístico de Jair Alves de Sousa, é um cantor e ator brasileiro. Iniciou a sua carreira na TV Tupi de São Paulo como vocalista do conjunto 'Os Rebeldes'.

Começou a sua vida profissional em 1964, com a gravação do seu primeiro LP, "Italianíssimo", e no mesmo ano gravou seu 2º LP , "Credi a Me".

Em 1965, grava "Um grande Amor", sendo o primeiro LP em português. Tornou-se apresentador do programa Excelsior a Go Go, na antiga TV Excelsior (Canal 9), atual RedeTV!, em São Paulo, ao lado do comunicador Luiz Aguiar; apresentava músicas dos Vips, Os Incríveis, Trini Lopez, Cidinha Campos, entre tantos outros.

Entre 1967 e 1968, já na antiga TV Tupi, (Canal 4), atual SBT em São Paulo, passou a apresentar A Grande Parada, ao lado de grandes artistas, como Neyde Aparecida, Zélia Hoffmann, Betty Faria e Marília Pera. Era um musical ao vivo que apresentava grandes nomes da música popular brasileira. Em 1969 Ganhou o título de Cidadão Carioca.

Foi responsável pela ida de Raul Seixas para o Rio de Janeiro, amigos que eram desde a época em que possuía uma banda em Salvador, chamada Raulzito e os Panteras, por três anos. Entre as músicas que a banda tocou, ambas compostas por Raulzito, podemos citar:
Tudo que é bom dura pouco; Tarde Demais, Doce doce amor

Entre os anos de 1969 e 1971, Raul Seixas foi seu produtor, até iniciar a carreira solo.
Na década de 1970, fez shows na Venezuela, Peru, Estados Unidos, México, Canadá e outros países.
Em 1975, participou de um musical no Hotel Nacional, denominado Brazilian Follies, dirigido por Caribe Rocha, ficando um ano e meio em cartaz.

No começo da década de 90, gravou um disco que trazia de volta as origens do Rock in Roll, com o tema "Elvis Vive", um tributo a Elvis, sendo este o 24º disco da sua carreira.

Em 1994, a convite de Cecil Thiré, participou da novela 74.5 uma onda no ar, produzida pela TV PLUS e exibida pela Rede Manchete, exibida também em Portugal com grande sucesso .


Jerry Adriani - Querida - 1965

Para assistir no youtube, clique aqui

Querida
Jerry Adriani

Querida quero lhe dizer
Que toda a minha vida
Entreguei a você
Procure olvidar o que lhe fiz
Querida perdoa-me
Querida não vá
Oh querida relembre
Os momentos tão felizes
Que juntinhos passamos
Sob a luz do luar
Diga ao menos meu bem
Que de mim não tem mais rancor
Pra que eu possa esquecer
Todo o meu amargor

Falado
(oh querida
Você não sabe como eu me sinto
Em não tê-la mais ao meu lado
Minhas noites são tão frias
Minhas horas tão vazias
Mas se voltasse, se você voltasse
Tão feliz eu seria)



Jerry Adriani - Doce, Doce Amor

Para assistir no youtube, clique aqui

Doce, Doce Amor
Jerry Adriani

Doce, doce amor,
Onde tens andado,
Diga por favor,
Doce, doce amor,
Doce, doce amor,
Que eu vou te encontrar,
Meu bem seja onde for.
Está fazendo uma semana,
Que sem mais e nem menos eu perdi você,
Mas não sei determinar ao certo,
Qual foi a razão meu bem vem me dizer,
Doce, doce amor onde tens andado,
Diga por favor doce, doce amor,
Doce, doce amor que eu vou te encontrar,
Meu bem seja onde for,
Já andei por todos os lugares,
Que antigamente ia te encontrar,
E nas ruas que passava só lembrava você,
Que foi embora sem me avisar,
Doce, doce amor onde tens andado,
Diga por favor doce, doce amor,
Doce, doce amor que eu vou te encontrar,
Meu bem seja onde for.

Solo:

Doce, doce amor onde tens andado
Diga por favor doce, doce amor
Doce, doce amor que eu vou te encontrar
Meu bem seja onde for
Está fazendo uma semana
Que sem mais e nem menos eu perdi você
Mas não sei determina ao certo
Qual foi a razão meu bem vem me dizer
Doce, doce amor onde tens andado
Diga por favor doce, doce amor
Doce, doce amor que eu vou te encontrar
Meu bem seja onde for
Doce, doce amor onde tens andado
Diga por favor doce, doce amor
Doce, doce amor que eu vou te encontrar
Meu bem seja onde for
Doce, doce amor onde tens andado
Diga por favor doce, doce amor
Doce, doce amor que eu vou te encontrar.



Jerry Adriani - Ninguém poderá julgar me

Para assistir no youtube, clique aqui

Ninguém Poderá Julgar-me (nessuno Mi Puó Giudicare)
Jerry Adriani

Que a verdade me faz mal eu sei
O que ela faz é a mim, não a ti
Ninguém poderá julgar-me
Nem mesmo tu
(que a verdade é malvada eu sei)
Meu erro eu fiz a meu modo
Não estavas tu
(que a verdade é malvada eu sei)
Te vias pensando em mim
Ficou bem contente em ver
Que há muita gente que
Se enganou assim
Sem saber porque
Eu tinha direito a sorte que escolhi
As vezes aos desenganos até sorri
Se volto a te procurar
Te basta saber enfim
Na certa algum anjo bom
Devolveu-me a ti e aqui estou
Se enganei-me um dia
Agora é que compreendi
Que custou-me caro o que perdi
Ao abrir-me os braços verás porque
Confiei a ti o que espero ter
Muito, muito mais que antes
Eu te amarei
E direi a todos somente tu
E nenhuma outra em meu futuro
Me ensinará que fazer de mim



Jerry Adriani - Coração de Cristal

Para assistir no youtube, clique aqui

Coração De Cristal
Jerry Adriani

Meu coração é de cristal
Por teu amor, pode quebrar
Olhando o céu eu recordei
A noite azul
Quando de ti me apaixonei
Nós dois juntinhos a sonhar
Trocando juras ao luar
Eu te beijei
Depois fugiste sem dizer
Se algum dia voltarias para mim
Diz onde estás meu grande amor
Porque a vida sem carinho
É tão ruim
Meu coração é de cristal
Por teu amor, pode quebrar
Meu coração é de cristal
Por teu amor, pode quebrar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário