Pesquisar neste blog

terça-feira, 29 de maio de 2012

Maritza Fabiani

Maritza Fabiano Teixeira, artisticamente conhecida como Maritza Fabiani, nasceu em Pelotas, RS, no dia 17 de janeiro de 1950. Filha de pai militar da Marinha e mãe atriz, Maritza Fabiani cresceu entre o Rio de Janeiro e Curitiba, onde iniciou sua carreira artística.

Criança prodígio, aos 10 anos já fazia mímicas na TV Paraná (Canal 12). Com a mesma idade, passou a apresentar o programa 'Petit Show', que incluia mímica, teatro e música. Aos 12 anos, já no Rio de Janeiro, depois de convencer Jair Taumaturgo com uma mímica perfeita de "Dateme un martelo", de Rita Pavone, estreou na TV Rio. Vendo-a na TV, o apresentador, produtor e compositor Carlos Imperial encantou-se com o talento da menina. Sabendo que, além do que tinha visto, ela ainda cantava, apresentou-a a João Araújo, produtor da Philips. No selo, ela estreou em 1966 com a gravação de "Não me deixe só", o maior sucesso de sua carreira -- versão de Paulo César Barros para "I only want to be with you", o primeiro single da cantora inglesa Dusty Springfield, lançado no início dos anos sessenta.

No entanto, como a linha editorial da gravadora, naquele momento, apostava mais na MPB e nos tropicalistas, ela tratou de mudar-se para a CBS, a "casa" da Jovem Guarda.

Maritza iniciou o novo momento da carreira lançando o compacto "Bang Bang / Society em brasa", e também participando da coletânea "Os Novos Reis do Iê-Iê-Iê". Nas coletâneas da CBS, ela somava-se às novas apostas da gravadora, como Ronnie Von, The Brazilian Bitles, Márcio Greick e até mesmo os brasilienses Os Primitivos.
Leia mais, clique aqui

Maritza Fabiani - Bang Bang (1966)

Para assistir no youtube, clique aqui

Bang Bang
Maritza Fabiani

Foi há tanto tempo atrás
Tempo que não volta mais
Um garoto atirava
De mocinho ele brincava (Bang Bang)
E eu caí (Bang Bang)
Me acertou (Bang Bang)
E me matou (Bang Bang)
Assim o conheci
O tempo a passar
Começamos a amar
Ele sempre se lembrava
E brincando então falava (Bang Bang)
Você caiu (Bang Bang)
Eu acertei (Bang Bang)
E a matei (Bang Bang)
Assim a conheci
Hoje não sei mais brincar
E nem gosto de lembrar
Todo o tempo com que foi
Tão feliz para nós dois
De verdade ele acertou
E o meu amor matou
Sem aviso ele partiu
Todo o tempo me mentiu (Bang Bang)
E eu caí (Bang Bang)
Me acertou (Bang Bang)
E me deixou (Bang Bang)
Assim eu o perdi
De verdade ele acertou
E o meu amor matou
Sem aviso ele partiu
Todo o tempo me mentiu (Bang Bang)
E eu caí (Bang Bang)
Me acertou (Bang Bang)
E me deixou (Bang Bang)
Assim eu o perdi

Maritza Fabiani - Não me deixe só (1966)

Para assistir no youtube, clique aqui

Não Me Deixe Só
Maritza Fabiani

Não quero que você me deixe só amor
Por que não sei viver longe do seu calor
Pois toda a minha vida eu lhe entreguei
E todo o meu amor sempre lhe dediquei
Lhe peço por favor
Oh não, nunca me deixe amor
Diga que você já não vai me deixar
Que todo o seu carinho vai me entregar
Quero esquecer o mundo ao lhe abraçar
E nossas almas juntas hão de se encontrar
Lhe peço por favor
Oh não, nunca me deixe amor
Eu sei que vou sofrer
Se um dia eu lhe perder
E então eu nunca mais
Poderei viver em paz
Por isso peço
Diga que você já não vai me deixar
Que todo o seu carinho vai me entregar
Quero esquecer o mundo ao lhe abraçar
E nossas almas juntas hão de se encontrar
Lhe peço por favor
Oh não, nunca me deixe amor
Eu sei que vou sofrer
Se um dia eu lhe perder
E então eu nunca mais
Poderei viver em paz
Não quero que você me deixe só amor
Por que não sei viver longe do seu calor
Pois toda a minha vida eu lhe entreguei
E todo o meu amor sempre lhe dediquei
Lhe peço por favor
Oh não, nunca me deixe amor
É que eu lhe peço, lhe por favor
Oh não, nunca me deixa amor


Maritza Fabiani-Quero ter voce perto de mim.

Para assistir no youtube, clique aqui

Quero Ter Você Perto de Mim
Maritza Fabiani

Sem você
Minhas noites são tão tristes
Vou morrer
Benzinho vem depressa
Vem me aquecer
Quero ter você perto de mim
Dá-me o calor das suas mãos meu bem
Aquece a minha'lma de um amor sem fim
E deixa pelo menos que eu morra assim
Só quero ter você perto de mim
Para lhe entregar meu coração
Que chorando
Não entende que você não pode estar aqui
Que por força da razão teve que partir
Mas breve voltará enfim
Quero ter você perto de mim
Dá-me o calor das suas mãos meu bem
Aquece a minha'lma de um amor sem fim
E deixa pelo menos que eu morra assim
Só quero ter você perto de mim
Para lhe entregar meu coração
Que chorando
Não entende que você não pode estar aqui
Que por força da razão teve que partir
Mas breve voltará enfim
Quero ter você perto de mim

Nenhum comentário:

Postar um comentário